Entrevista: MÁRMORE DE CARRARA em “versão unplugged”

A banda Mármore de Carrara de Rio Preto (12 anos de carreira) realizou em maio a primeira captação de um show acústico da banda para a gravação do mais novo DVD que será lançado em breve. O show versão unplugged ocorreu sexta-feira, 30 de maio, no espaço cultural da companhia Fábrica de Sonhos.

Com repertório autoral e releituras que vão de Hallelujah de Leonard Cohen até Georgia on my mind de Ray Charles, por exemplo, (que são mais puxadas pro jazz). O novo álbum chamará “Mármore de Carrara Acústico” e contou com banda de apoio, violões, piano, além de três backing vocals. A captação das imagens foi da produtora Cinemacaco.

Confira na sequência uma entrevista exclusiva e conheça detalhes da carreira desta banda que prestigia nossa região com muito rock-in-roll de qualidade.

10488007_1434602963474085_7258614369039192694_n

– O que significa Mármore de Carrara? Nos conte sobre o significado deste nome para vocês.

Mármore de Carrara é famoso desde a Roma antiga. Foi sempre usado pelos grandes escultores para exemplificar sua grandiosa arte. Rock em inglês é pedra. A pedra mais bela e pura de todas, para nós, é o Mármore de Carrara. Ou seja, estamos esculpindo nossa arte.

– Inicialmente qual foi a ideia da banda? Como ela surgiu?

Lucas: Eu sempre gostei muito de ler e escrever. Comecei muito cedo nisso. Assim como na música, desde criança. Todo mundo que escreve sente uma necessidade gigante de se expressar, de colocar pra fora. A banda surgiu dessa necessidade. Quando as músicas de outros já não me completavam como antes, eu resolvi fazer as minhas próprias. Coloquei no jornal um anúncio procurando músicos para fazer parte de banda autoral. Apareceu uma galera, e após tocarmos juntos, nascia a Mármore de Carrara. Algumas deserções depois, muita gente seguiu caminhos diferentes, e a banda esteve um tempo parada. Até que encontrei Raphael Lanfredi, um dos melhores guitarristas que já vi tocar, e um dos caras que mais me “pilhou” a voltar com a banda. E estamos aí até hoje, tentando fazer rock do bom e do melhor pra galera.

– Existe alguma musica favorita entre vocês ou alguma em que vocês notam que o público se empolga mais quando tocam ao vivo?

Ah, sem dúvida, Perfumaria é uma canção pedida por fãs de todas as idades. Mas retratar as preferidas dos integrantes fica um pouco complicado. Depende do momento. Em nossas canções, as letras são muito importantes, e este, acaba sendo o grande diferencial da Mármore. Portanto, cada letra retrata um momento que passamos.

– Soube que estão gravando musicas novas e que já têm um CD novo engatilhado para outubro. O que podemos esperar deste novo álbum e dos projetos da banda agora em 2014?

O que vocês podem esperar é, sem dúvida, o melhor trabalho da banda até aqui. São canções de dinâmicas e influências muito diferentes, sem sair da nossa praia, que é o rock. Nosso público já está acostumado com nosso jeito de fazer música. Cantam conosco e se identificam. Esperamos que isso aconteça também neste novo álbum.

– Em suas letras (próprias) vocês tratam de assuntos relacionados ao direcionamento de novos rumos de vida, o que faz parte da filosofia estradeira.

Uma composição é feita por experiências. Senão ela se torna jingle, e não arte. As nossas letras falam sobre a vida, de uma maneira geral. Na estrada é onde ganhamos essas experiências de vida. A banda é uma banda de estrada, sempre foi. Gostamos de fazer shows e criar novos fãs e novos amigos. Voltando à questão das letras, há momentos de excesso nessa vida estradeira em que temos que gritar, outras horas precisamos nos abrir, e ainda existem momentos que precisamos de um tempo de introspecção. Esse é o principal. Aquele que nos faz descobrir quem realmente somos e o que estamos fazendo aqui. Aquele que se indigna e pede por um pouco de paz. As canções da Mármore são assim. Repletas de vida, e cada um que nos ouve sabe o que isso quer dizer.

– Em 2004 e 2005 a Revista Clube Rock de Recife/PE elegeu vocês como a maior banda de Hard Rock do Brasil. Como vocês reagiram a isso e como vocês interpretam o maior sucesso da banda no nordeste?

Foi uma felicidade tremenda. Até pelo momento em que a banda vivia, isso pesou muito tempo em nós. Mas hoje eu prefiro dispensar os títulos. Nós somos uma banda de rock. Temos o que dizer e, graças a Deus, temos quem nos ouça. A respeito do sucesso no nordeste, esse reconhecimento é sempre bem vindo. Nós sabemos da qualidade de público da região nordeste do país, tanto é que de lá saíram grandes nomes da música em geral. Saímos na revista Rock Meeting, e, a partir daí estamos sempre em contato com o público de lá, que nos recebe de braços abertos. Para nós é emocionante.

– Como foi tocar no Barretos Motorcycles e na Festa do B.O em 2011?

O motociclismo sempre fez parte de nossas vidas pessoais. Todos somos apaixonados por motos desde crianças. Somos uma banda de rock, já é de se esperar isso. Mas no nosso caso é a pura realidade. Somos aficionados. Porra, tocar nesses dois eventos é sempre rejuvenescedor e extremamente gratificante. Tem muita gente que não sabe como são os grupos. Só conhecem a fama de motociclistas por filmes clichês que costumam retratar aqueles caras mal encarados e inconsequentes. Mas a realidade é que Moto Clubes são grupos de pessoas apaixonadas por motos, e o ambiente é o mais familiar possível. Estamos sempre presentes e somos amigos de todos.

10556400_510531515745464_6000163508103494415_n

– O Hard Rock é a única estrada seguida por vocês? Ou também tocam outros estilos?

Na verdade a Mármore de Carrara é uma banda de Rock. Gostamos de música de qualidade, dentre todos os estilos. E navegamos entre os mares do rock, tentando fazer o melhor som possível.

– Vocês quase não se apresentam em versões unplugged. Mas este ano a banda comemora 12 anos de estrada com um diferencial de um DVD inédito na versão acústica. Como isso aconteceu?

A Fábrica de Sonhos nos convidou para a realização de um show no formato acústico, e vimos a oportunidade de ter esse registro feito, sendo um local muito bem estruturado da cidade. Quem conhece a Fábrica de Sonhos sabe do que estou falando.

– Em 2004 a MTV censurou um clipe de vocês. Como isso aconteceu? Esse clipe foi o maior Hit de vocês?

Na verdade isso aconteceu em 2012. Seria o terceiro clipe a rodar na MTV. A música fala sobre uma questão muito preocupante na sociedade. “Cocaína, não se deixe levar.. você vai se machucar…” Não entendemos o motivo da censura, afinal não fazemos apologia, muito pelo contrário. Mas os fatos que ocorreram depois nos explicaram por si só. A MTV foi vendida e trocada toda a diretoria. Fomos vítimas de incompetência.

– Vocês tem 2 integrantes ex-abutres (Jhonathan e Sergim)e 1 integrante (colaborador) ex-Mestre das Estradas (Tiago Paganini). Vocês acreditam que ter integrantes que um dia fizeram parte de moto clubes traz um diferencial a mais para a banda no sentido de vivencia estradeira e visão de mundo?

Sem dúvida. Os rapazes tem todo esse pique de ir pra estrada e fazer turnê com a banda. Diversão com responsabilidade, mas acima de tudo, espírito livre. Creio que esse seja o lema de todo motociclista.

– O que é a empresa Santo Bier? Faz parte da banda (risos) ou é apenas um projeto solo comercial de vocês?

O Santo Bier é uma Franqueadora criada por dois integrantes da banda. Nós temos uma franqueadora de Bar Móvel. O bar é montado dentro de uma Kangoo Renault. É sensacional, modéstia a parte.

– Quais os planos da banda daqui pra frente?

Nós queremos pregar nosso rock em todos os cantos e a todos os ouvidos. Se for sonhar, que sonhe grande.

– Muito obrigada pela entrevista. Deixem suas considerações finais.

Eu agradeço o espaço. Agradeço também aos leitores Crossnaveia e aos nossos fãs e familiares que estão sempre conosco. A Mármore está sempre aqui para o que precisarem. Nos adicione no facebook.com/mármore.rock. Abraços! Lucas

As respostas foram realizadas por Lucas. (vocalista e compositor)

10406478_1434602820140766_7022849216222936681_n

Anúncios

Sobre Jéssica Bárbara Cegarra

Copyright © 2008 Ltda. - Todos os direitos reservados. Ver todos os artigos de Jéssica Bárbara Cegarra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: