Dualidade entre razão e verdade

bosch_nau_dos_loucos

Nau dos Loucos

A verdade para os sãos de mente é a mera casualidade e representa o igual. A loucura então chama a atenção refletindo os valores novos, é ousada, é a exceção.

 Em forma de uma realidade inconsciente, os tais loucos em questão, se reconhecem e se identificam com o signo que traduzem. Sobretudo, realizam à sua maneira a condição humana, como a ovelha negra que quer se libertar das amarras da sociedade que não possui os ouvidos certos para compreendê-los, e gostaria de mandá-los para longe assim como a Nau dos Loucos (pintura de Hieronymus Bosch).

Anúncios

Sobre Jéssica Bárbara Cegarra

Copyright © 2008 Ltda. - Todos os direitos reservados. Ver todos os artigos de Jéssica Bárbara Cegarra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: